https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

29 de jun de 2015

"Meu amor! Te amo mais ainda!"



O celular tocou e despertou-me, 
olhei para o lado e você profundamente, ainda dormia.
Fiquei com pena de te acordar.
Apenas te observava calado, 
sem respirar mais rápido, 
queria te ter o dia inteiro, ao meu lado.

Pensei em ligar para o teu trabalho e avisar:
"Por favor! Hoje ela não vai trabalhar, desculpem!"

Mas, esperei por momentos, 
não devo em tua vida, intrometer-me.
quem sou eu..., um simples amante que te adora, 
que te ama perdidamente.

Hoje foi nossa primeira noite juntos, 
espero ter correspondido teus desejos,
não vou esperar você acordar, 
o telefone vai novamente tocar e você vai despertar.
Será as pressas, da cama como me disse, 
sempre vai pular afoita, 
será que vai se lembrar da nossa noite passada, 
dos momentos de luxúria e realizações 
que a muito desejávamos sentir.

De minha parte, foi maravilhoso, 
bem pecaminoso e sem censura alguma.
Te invadir, com minhas mãos teu corpo sentir,
minha boca sedenta de teus beijos, 
meus braços largos te apertando num forte abraço.
Nossos suores se misturando, 
nossos corpos se fundindo num só, 
momentaneamente.

Bem sabia, que esta noite prometia.
Que te veria abandonada pela manhã, 
solta na cama desnuda e frágil.
Minha criatura que desejo e amo, 
que sempre me fascinou desde o primeiro momento.

Tocou o celular..., 
não sei se novamente ou se estava dormindo.
Olho ao lado e não te vejo, teria sido um sonho, 
Não aconteceu esta noite que me lembro agora?
Teria sido um sonho nosso primeiro encontro...?

Sobre a cama, entre os lençóis um bilhete 
com a marca do teu batom vermelho, que diz: 
"Meu amor! Te amo mais ainda!"

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário