https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

11 de jun de 2014

Vamos voar..., bem alto!?


Uma vida cheia de compromissos, responsabilidades, tarefas que assumistes. 
Quando resolveu construir um lar, uma família, por no mundo uma prole. 
Se sentir mulher realizada..., e amada.

Um companheiro para compartilhar, uma vida trilhar, os obstáculos vencer. 
Amar e desejar um ao outro, parece pouco? 
"- Mas é muito! Sintonizar, emparelhar os sonhos, objetivo maior..." 
será possível?
Oxalá! Tenhamos esta sabedoria, harmonizar o que queremos e a nossa 
realidade..., poderemos este objetivo alcançar? 

Feliz daqueles que conseguiram vencer. 
Um amor que lhes fez feliz e perdura, 
neste ambiente recluso, uma prisão sem portas, uma cadeia sem grilhões. 
Um horizonte nem sempre desejado, amado, 
uma ausência de carinho, de ternura, de satisfação pura... 

Tente entrar nesse mundo em que o amor flui a nossa volta, nos toca bem fundo. 
Nossa intimidade é invadida por palavras ternas, carinhosas, amáveis e sinceras. 
Que não querem tirá-la dos seus domínios, das tuas fronteiras, apenas liberar este 
sentimento reprimido, calado inconfessável. 
Por timidez, por medo de censura... 

Libere-se para a vida, sinta este amor, que lhe invade que lhe faz relembrar, 
seus dias felizes. 
Viaje..., por este mundo que lhe toca, que está tão acessível. 
Aceite este amor que enaltece a alma, que deixa sonolência, calma e paciência. 
Com a vida que temos que encarar. 

Abra a sua janela, deixe o ar entrar, deixe a luz te inundar de vida e de prazer. 
Vamos falar de nossas carências, deste amor que queríamos sentir e nunca tivemos. 
Não precisa sair, largar tudo por ai, basta ingressar neste mundo paralelo. 
Vivê-lo e desfrutá-lo no vosso interior. 

Vamos meditar, fluir esta energia pelo corpo. 
Observar pequeninas coisas ao redor, ouvir o chamado da natureza, 
explorar tua intimidade, se tocar, se descobrir. 
Sentir o quão ardentes podemos ser, vivermos intensamente, é só querer...

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário