https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

24 de mar de 2013

Folhas que caíram hoje...

dinaisserlin.blogspot.com/Divulgação.

As folhas que caíram hoje
Mais pareciam lágrimas saudosas
De um tempo em que você estava mais perto
Podia ver este rosto todos os dias
Nas nossas tardes especiais de paixão
Sabia que sempre te encontraria disposta
Para amar e me fazer amado

É outono agora
Sempre me lembrarei das primeiras imagens
Pelas quais meu coração se apaixonou
Mulher de beleza impar
Me prendeu e me roubou a solidão
O amor que nos une é mais forte que antes

Quando digo teu nome espero ouvir de ti
A certeza que nunca vai me abandonar
Que sempre serei capaz de corresponder
Teus anseios, teus desejos e prazer
Sentir tua voz a me pedir o alimento
A sacies de teus instintos
Dos quais conheço muito bem
As formas e os meios de como aplacar

Folhas caídas pelo chão
A grama coberta qual colchão
Me lembra nossa alcova
Forrada e macia onde teu corpo se abrigava
Acalmavas tuas vontades
Aquecia você do frio da solidão
Minha paixão eterna serás

Choro, não tenho vergonha em admitir
Lembro de ti a toda hora é saudade
Eu sou assim um incorrigível emotivo
Um entre tantos que fui escolhido por ti
Sabedor de minhas barreiras e impossibilidades
Amo você com todas as forças de meu ser

Nada me impedirá, nem mesmo que meu mundo se vá
Eu vou te esperar lá do outro lado
Ouvir tua voz a me chamar
Quero te encontrar e pela mão te levar
Escutar que comigo quer ficar na eterna união de nossas almas
Amar você é meu prêmio, meu destino
Viver ao teu lado é meu paraíso e meu céu

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário