https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

15 de ago de 2012

Te amo demais


Se não te amasse tanto
Não sentiria esta saudade tamanha
Dos momentos que passamos juntos
Das tardes apaixonadas de antes
Da tua intimidade tão sedutora e bela

Não sentiria o frescor de tua luxúria
A paixão que nos assola
Quando trocamos nossas carícias
Desejamos-nos bem nos queremos
Eternizamos momentos de amor

Posso te ver na plenitude
Sentir teus desejos que em mim se fundem
Ver teus pelos e pele arrepiadas
Minha musa inspiradora, criatura selvagem.
Que me leva ao delírio satisfaça-me.

Cubra-me com teu beijos
Languidamente encanta teu poeta
Entorna sobre mim teu néctar
Una nossos corpos em frenesi.
Salta sobre mim, cavalga-me
Amo você perdidamente.

Mancha minha pele com a tua
Instala este amor em meu coração
Nada mais senão o amor que sentes
Há mais razão para te amar tanto assim
Antes que o dia termine, venha meu amor.

Das horas, conto os minutos
Eu sei que desejas estar aqui
Umedeça teus lábios selvagens
Salva minha boca aflita com teus beijos
Ama-me, deita em meu peito, relaxa teu seio.

Nunca iremos nos perder
Esquecer é impossível
O que vivemos até agora
Quero ao teu lado descansar.
E para sempre te pertencer
Amor de minha vida terrena
Viveremos esse amor mesmo depois de nossa partida.

Gerson Araujo Almeida

2 comentários:

  1. Oi Gerson
    Linda poesia de amor
    Gosto desse tipo de poesia simples para todo mundo entender, as minhas são assim.
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Oi Gerson:Participei de uma amostra poética no blog: vendedor de ilusão.blogspot.com.br.Já encerrou, mas se quiser ler a minha apresentação, ficarei lisonjeada. Está em ordem alfabética e meu nome Dorli Ramos. Venha também me prestigiar, não custa nada.
    Boa Noite
    Lua Singular

    ResponderExcluir