https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

26 de mai de 2012

O Peregrino



Pela vida Raimundo vai
Foi ele que escolheu o seu destino
Sem amarras ou freio
Sem o menor respeito pelo material
Apenas seu espírito é rico

Liberto das imposições da vida
Escolheu viver em seus castelos
Seus jardins de grama ou flores
De árvores ou postes iluminados
Seu abrigo é o Sol ou a Lua

Suas vestes lhe cobrem o necessário
Lhe resguarda do frio e da chuva
Da imoral sociedade
Da perversa incompreenção
Que nos joga nas mãos do incensato poder
Da moeda de troca, do vil metal

Só precisa que o compreenda
Que leiam seus textos
Que encontrem neles, suas verdades
Sua leveza, seu espírito liberto
Para continuar sua passagem breve
Para em outra vida, realizar um outro destino
Que por certo terá

Gerson Araujo Almeida

 Morador de rua de São Paulo há mais de 30 anos, Raimundo Arruda Sobrinho, 73, reencontrou a família depois de um perfil criado para ele no Facebook.


Nenhum comentário:

Postar um comentário