https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

11 de fev de 2012

Acredito neste sonho

crondia.blogspot.com/Divulgação.
Quando bate a saudade
Agride meu peito
Empurra meu corpo e me joga na cama
Sonolento e de mente vazia
Nem podem suprir-me minhas fantasias
Da tua ausência dolorida

Tento não lembrar
Quero esta dor afastar
Imaginar que você está bem
Distante pensando no teu poeta amante
Minha rainha e soberana, minha dona

Sei que isso será passageiro
Não será uma eternidade
Sempre o outono virá
As folhas irão despencar
Cobrir o chão onde estou deitado
Agasalhar-me na fria espera a tua presença

Tenho paciência
Às vezes me surpreendo
As razões que encontro
Para me postar a espera de você
Sempre recebo uma mensagem
Para que nunca esqueça
Acreditar que ainda estaremos juntos
Na paz e tranqüilidade de um lar
Por nós idealizado

Acredito neste sonho
Realizaremos nosso intento
Quero me deitar em teu colo
Fechar meus olhos e repousar
Ouvindo tua voz sussurrando
- Te amo meu amor.

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário