https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

18 de out de 2011

O amor que desejei viver

http://www.flickr.com
 
A chuva por dias não para
O quintal úmido e frio
Coberto de folhas caídas
Cria uma paisagem triste e desolada

Mais parece comigo
Sem você ao meu lado
Sem tua presença que me conforta
Que me acalma a alma

Quando poderei te dizer
Que estou feliz novamente
Quando poderá mensagens me mandar
Reafirmar este amor
Que tanto nos causa no peito dor
Mas que é tão gostoso sentir

Tua imagem não me sai da mente
Teu corpo, tuas mãos, tuas tatuagens
Fazem-me recordar nossas tardes
Quando te terei de volta meu amor

Mas parece uma prova
Que teremos que cumprir
Para termos a certeza
Que nunca vamos nos esquecer
Do amor que sentimos
Um amor maduro e quente
Sofrido e difícil pela distância imposta

Nunca pensei que tantos fossem os obstáculos
Esqueça estes momentos que estamos passando
O Sol voltará a brilhar sobre nós
Quanto maior a espera, melhor o reencontro
Eu te amo demais para te esquecer
Amo com todas as forças de meu ser
Você é o amor que desejei na vida viver

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário