https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

5 de out de 2011

Não sei ficar sem você


Procurei por todos os cantos
Vasculhei meus bancos de memória
Deletei antigos e-mails, numa ânsia sem freios
Ainda não me acostumei, ficar sem você

Será que irá demorar
Pegar o jeito, me acostumar
Serei capaz de não pensar tanto em ti
Espero que não
Tenho medo que me acostume
E tire você de minhas prioridades
Que seja sempre assim, não me importo
Todas as manhães vou esperar de janela aberta
Quero te ver do outro lado desta longa via de mão dupla

Eu aqui, você ai
Embora distantes, perto ficamos
Posso ver teus olhos, teu sorriso, sentir que está sã
Podes ouvir a minha voz
Basta aceitar e abrir tua webcam

Amor

Nossa internet nos aproxima
Nosso sinal e forte e claro
Assim como nossos corações
Que batem forte
Somos amantes maduros
Sabemos o que queremos um do outro
Temos um objetivo na vida
Amar e ser feliz
Vencendo barreiras, atingindo fronteiras
Vendo o Sol raiar a noite chegar
A Lua surgir no horizonte
As estrelas o céu salpicar
E você vai estar lá, na sacada
Tentando ouvir a brisa da noite
O murmúrio da minha voz
A mensagem do poeta amado

Amor

Não posso viver sem você
Eu me recuso te esquecer
Olhe o horizonte a tua frente
Quantas estrelas pode contar
Elas são minhas mensageiras
As minhas companheiras dedicadas
Vão sem que eu peça, levam minhas palavras ternas

Gerson Araujo Almeida


Nenhum comentário:

Postar um comentário