https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

6 de out de 2011

Estamos a tua espera

Sinto um vazio no peito
Acho que meu coração não quer me contar
Esconde-me o que sente, embora não seja segredo
Pois eu sinto também o que ele tenta esconder
Ingênuo coração deve querer me poupar
Pode falar, seja corajoso, me conta o que já sei
Ela não veio até agora

Vamos esperar mais um pouco
Se aquiete em meu peito
Bata forte e direito, preciso de você amigo
Faça-me companhia, ela logo vai aparecer
Vai me chamar de seu
Amor me jurar
Dizer que saudade sentiu
Não tanto como eu por certo

Já estava acostumado com sua presença
Ao longo do dia, nas tardes felizes
Em que tocávamos nossas almas
Inebriávamos nossos corpos
Afogávamos nossos desejos e paixões
Entregávamo-nos à luxúria
Saciávamo-nos

Ainda é cedo
A noite é longa para quem ama
Cada minuto que passa uma eternidade
Prefiro assim

Travei meu relógio, parei as horas
Congelei o tempo, não sinto a demora
Vamos te esperar o quanto preciso for
Eu e meu coração, ansiosos estamos
Venha logo meu amor
Acabe com esta tortura
Relembre nossas juras
E nunca esqueça o quanto eu amo você
Amor

Gerson Araujo Almeida
Foto: zazzle.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário