https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

9 de out de 2011

É seu o meu colo, amor


Precisa de colo, te dou amor
Quer melhor calmante que este, meu calor
Afagos carinhosos, beijos deliciosos, sabor de licor
Sentir o frescor da tua pele, ver teu rubor
O pulsar de teu peito junto ao meu, amor

Sabe que te amo demais
Que sou de loucuras, capaz
Mas não sou irresponsável, não sou imaturo rapaz
Não posso invadir a tua vida, te roubar a paz
Teu mundo é só seu, seria incapaz
O nosso está nascendo ainda, veraz

O Big Bang ainda não surgiu, não explodiu
Está nosso mundo em formação, não viu
Somos poeira de estrelas, amantes sutis
Quando juntarmos nossos corpos, nos tocarmos
Nosso mundo estará criado, sem pecado
Vamos viver o que nunca pensamos, aliviados
Pois nos amamos demais, merecemos ficar ligados

Deixa de pensar em dificuldades
Ainda somos bem capazes
Temos uma vida pela frente juntos
Vamos amar e nos doar, muito
Querida, te quero ao meu lado
Sou o seu poeta amado

Cale tua voz
Lança teu olhar ao horizonte
Eu estarei lá esperando
Una nossas almas agora
Salte os obstáculos, por hora
Amada

Tenha a certeza
Eu te amo por inteira

Antes que possamos prever
Distâncias poderei percorrer
Onde estiver sempre em ti pensarei
Rogo ao universo que nos conceda
O amor que merecemos viver

Gerson Araujo Almeida

Para você amada “C...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário