https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

16 de out de 2011

Amo você



Não é fácil, bem sei
Viver esse amor complicado
Sabíamos desde o princípio, nada seria fácil
Que teríamos dificuldades
Desistir sem tentar não seria certo
Seria o mesmo que não gostar sem provar
Agora, sabemos que estamos perdidos
Apaixonados um pelo outro, certamente unidos

Meu amor, minha dona, minha paloma
Meu corpo te reclama na cama
Quando me deito, agarro meu solitário travesseiro
Como um louco, sinto teu corpo, teu cheiro
Junto ao meu, macio e quente
Sedento de paixão e envolvente desejo

Como queria estar ao teu lado agora
Deitado e aconchegado
Agasalhado e quente, seguro e contente
Sentindo a tua mão deslizante e tendo a esperança
Que ainda viveremos nosso amor em sua plenitude
Provando que felicidade existe aos que crêem
No imenso amor que entre nós nasceu

Que digam que somos loucos, sou seu
Nada nos importa, agora nem antes tão pouco
Eles é que são incapazes de sentir
Tamanha dedicação e carinho são poucos
Que nossas almas sempre permitam
E nos concedam momentos eternos
Iluminados, frenéticos e ternos

Amor
Muito te quero
Olhe as palavras que te dedico em verso

Várias vezes teu nome está impresso
Olhe com cuidado e verás
Cada palavra é um testemunho
Eu só a tenho como um tesouro meu

Cada lágrima que de meus olhos caem
Lágrimas de um poeta apaixonado que vão
Em meu peito bate um amado coração
Urge que o tempo logo se esvai
Saudade que se instalou logo cesse
Amada volte logo, te peço, não me esquece

Gerson Araujo Almeida


Nenhum comentário:

Postar um comentário