https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

26 de ago de 2011

Louco, quem ama deve ser um pouco


Cada pedido seu quero realizar
Cada gesto na mente guardar
Eternizar estes sublimes momentos
Atender todas as tuas súplicas
Nas mais inesperadas horas do dia
Alimentar tuas necessitudes
Somos assim, instigantes amantes
Provocantes e sabedores do que queremos
Não importa o momento, apenas desfrutemos

Somos loucos? Quem sabe
Será que quem ama, não é um pouco
Loucos por nossos corpos quando se tocam
Sentir nossas emoções sem censura
Deixar-nos levar pela fantasia do prazer
Molhar-nos na chuva do êxtase consumado
Sorver o néctar da luxúria
Doce pecado, aprisionados já estamos

Não se sinta estranha meu amor
Isso é fruto do nosso amor
Cada gesto seu é a resposta correta
As minhas provocações
Sei que isso te afeta
Mas, que mais posso fazer
Se a distância é no momento
Difícil de vencer

Quando ao teu lado puder ficar
Tocar a tua macia pele
Sentir o teu calor abrasador
Arrepiar teus aveludados pelos
Penetrar em teu ser, invadir tua intimidade
Será o mais feliz de meus dias
Poder realizar nossas fantasias
Repousar e dormir ao teu lado

C..., meu amor
Sabe o quanto te desejo
O quanto quero te dar um beijo
Nos teus lábios deixar o meu sabor
Retirar dos seus as palavras de carinho
Para que acalmem meus ouvidos
Afugente a solidão das noites frias
Deixe o coração deste poeta
No compasso certo
Nós te amamos perdidamente
Eu e ele vivemos por você, meu amor

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário