https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

15 de mai de 2011

És a amada do poeta


Todos os caminhos que trilhei
Fizeram-me encontrar você
Agora seria impossível te deixar
Não amar aquela que me completa
Que me supre de paixão e carinho
Me leva pela mão e me deita em seu colo
Cobre-me de beijos, revela-me seus desejos

Faço parte da tua vida
Provoco teu choro, te peço perdão
Queria estar ao teu lado o tempo todo
Mas sabe que é impossível
Não posso te pedir que abandone tudo
Que se lance no horizonte
Que siga a Lua e venha até mim
Não, ainda não chegou a hora
Sabemos disso, amor

Calma com teus pensamentos
Leveza com tuas ações
Eleve tua alma e aproveite nossos momentos
Um dia iremos um ao encontro do outro
Selaremos nossa união eterna
Ataremos nossos corpos e corações que choram

Amar e viver em harmonia, que mais querer poderia

Antes tua vida era vazia
Mais luz e calor te proporciono cada dia
Amada do poeta, sossegue, não chore
Dias felizes ainda viveremos
Antes que possamos perceber juntos estaremos

Dê tempo ao tempo
Ouviremos o bater de nossos corações

Palpitar pela paixão que brota em nós
Ouvir os sussurros de nossos corpos
Exalarem os perfumes de nossa pele
Tatear nossos caminhos secretos
Amar na mais pura plenitude, verás...

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário