https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

13 de mai de 2011

Antes, agora e depois...


Antes...
Não tinha para quem dedicar
Meus poemas, minhas rimas formar
As palavras que busco rimar
Os sentidos que dou as frases agora
São diferentes, nada como outrora

Agora...
Minha musa, minha fonte inspiradora
Consegue me levar por novos caminhos
Revela-me o sentimento que sai do coração
De ante mão eu logo digo
Como me faz feliz este amor que surgiu
E minha vida supriu

Depois...
Só espero que ela
A mulher que me conquistou
Aquela que me leva ao delírio
Que me ama sem medo
Sem censura ou limite
Com cuidado para não ser ferida
Pelo jugo incauto da turba ferina

Cada dia preenche meu espaço
Leva minha alma por doces recantos
Uva de meu pomar
Sal que me alimenta
Agora e sempre a dona deste coração

Gerson Araujo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário