https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

8 de abr de 2011

Teus malefícios, meus benefícios


Manhãs ensolaradas
Tu me vens na janela
Convida-me para entrar
Como o faz todos os dias
Já bem cedo a pensar em ti
Em nosso amor deflagrar
Nossa paixão quero explorar
Quero sentir

Teu aceno me convida
Adentro teus domínios
Tua alcova me espera
Teus lençóis espalhados
Travesseiros macios
Nos esperam, se lembram
De todos os dias
Em que nos amamos em segredo

Quero ficar preso a ti
Ama-me sem restrições
Sem pudor ou censura
Me leve às alturas

Feiticeira...
Do amor és a soberana
Malefícios fizeste
Para que eu me entregue
Seja submetido ao teu domínio
Que me importa agora
Em benefícios se tornaram
Que bem me fazem

O poeta não se cansa
De venerar tal criatura
Meu anjo me afaga me protege
Deixa-me tocar tua pele
Sentir o calor do teu interior
Subjugue este mortal
Teu amante, namorado
Teu parceiro amado

Gerson A Almeida

Um comentário:

  1. meu anjo das noites frias,suas palavras aquecer meus dias frios e assombrio,que acalma o coração com a ternura do geito doce de encantar os sentimentos que são verdadeiros e que se surge ao amanhecer do dia,e se torna a luz dos seus malificius de seduzir eternamente a alma.agradeço a deus de colocar um grande gerson em meu caminho.beijos meu querido josiane além-paraiba,sua eterna seguidora.

    ResponderExcluir