https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

9 de abr de 2011

Sempre estais junto a mim


Por onde passo te vejo
Encontro-te em cada esquina
Em cada curva do caminho
Em cada sombra onde paro
Para o descanso ter

Ver o teu espectro
Tua silhueta
Mas parece teu espírito
Que me segue
Que ao meu lado sempre permanece
Dando-me força, carinho e amor

Como desejaria que diferente fosse
Que pudesse a tua porta bater
Que pudesse por teu nome chamar
Como amigo ser recebido em teu lar
Tua sala adentrar, em teu sofá me sentar
Abraçar-te sem medo
Sentir teu enlevo, teu calor, teus lábios nos meus
Amar-te com fervor, da maneira que for
Entregarmos-nos, saciarmos-nos

Contornar com as mãos teu corpo
Lascivamente te amar
Escolher teus recantos
Umedecer teus lábios com os meus
Satisfazer você
Amar-te como um único vivente ser

Ter-te em minhas mãos
E a tristeza, a solidão, expulsar do meu peito

Antes que se vá o nosso tempo
Muitas noites e dias poder aproveitar
Olhar pra você e minha musa admirar

Tanto tenho pra falar
As palavras são tantas
Não cabem aqui neste poema
Terei a chance de dizer, um dia
Ouvirás em silêncio, minhas juras de amor eterno

Gerson A Almeida

Um comentário:

  1. Meu amor..a cada amanhecer,a cada anoitecer..sempre com voc6e,,,nossas almas já não conseguem mais se separar....fico lisonjeada ao saber que além das palavras dos seus poemas,ainda sou merecedora do teu amor...adorei as ultimas dezesseis linhas do poema...por isso NEOQEAV...
    Sua amada pra sempre...

    ResponderExcluir