https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

22 de abr de 2011

Meu amor, volta logo


Os caminhos que te levaram
Afastaram-te novamente de mim
Redobraram a maldita distância
Levaram-te mais longe ainda
Só pode ser meu castigo minha sina
Ter-te sempre longe
Mas ainda bem que posso sentir
O aroma do teu corpo
O sabor de teus beijos
Mesmo que na loucura do desejo
Ainda posso sentir que estais aqui

Imaginar você minha amada
Olhar o seu lindo retrato
Diminuta imagem
Fonte de meus desejos
Aplicar mil beijos no papel
No imóvel retrato
Imagem fria e imutável

Claustro que me prende
Lâmina que me fere
Este lápis é minha fuga
Urgente me liberta
Satisfaço minha alma
Amores por ti declaro

Mulher que me roubou
Eu um simples mortal, banal
Uma parte de meu coração

Amo você sem restrições
Machuca meu corpo esta saudade
Olhe o céu e avistará meu semblante
Rogo que volte tão logo meu amor

Venha me abraçar apertado
Ouça meus prantos de namorado
Leva-me pela mão à tua cama
Tira minhas vestes me desnuda
Encha meu ser de paixão pura

Lança-a em mim
Ondas de desejo me percorreram
Gozarei de tua luxúria
Ouvirei por fim teus doces sussurros

Gerson A Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário