https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

20 de jan de 2011

Universo que conspira e te afasta...

Como é difícil
A distância superar
Desde o início
Sabia que me seria
Extremamente dolorido
Um universo que conspira
Dificulta e te afasta
Leva-te pra longe
Esconde-te...

Procuro-te
Escrevo mensagens
Do vento dependo
Para te fazer chegar
Meu reclamos, meus proclamos
Mas a calmaria
Por vezes se instala
Domina meu espaço

Nada é imutável
O tempo há de me premiar
Que seja amanhã
O tempo não me importa
Nada é tão distante
Que vá me impedir
De teu amor sentir
Teu aroma inspirar
Inebriado ficar...

Célere é o tempo
Lenta é a nostálgica noite
Esperta é a Lua
Usa o seu encanto e luz
Satisfaz os amantes acima do horizonte
Alva e dominante, reluz

Não esqueça
Este poeta te ama
Ontem te encontrei e me apaixonei
Quero te dizer
Eu te amo muito
Amor sério que nunca morrerá
Viverá por uma eternidade em nós

Gerson A Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário