https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

26 de jan de 2011

Na calada da noite


Quem me dera
Pudesse ao teu lado estar
Compartilhar este momento
Acariciar-te, beijar-te
Sentir a tua dor
Apaziguar o teu espírito
Falar-te o quanto te amo

Ficar bem junto ao teu coração
Ouvir as batidas sossega-lo
Acalma-lo, dizer pra ele.
Que teu amado sente saudades
Sente o vazio da tua ausência
Sente o coração, dormente.

Ele clama por você
Grita seu nome sem parar
Na esperança de que vais ouvir
Responderá logo a sua angústia
Irá acalmá-lo...

Na calada da noite
Eu penso muito em ti
Ouço teus pensamentos
Quero responder-te
Existe um meio capaz
Alto e eficiente o bastante
Velarei daqui o teu sono

Como vou te dizer
Levaste a minha paz
Espero que ao retornar.
Umedeça meus lábios com teus beijos
Satisfaça meus desejos.
Ama-me como nunca antes, minha adorada

Gerson A Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário