https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

26 de dez de 2010

Seria tão fácil, se te amasse menos


Se te amasse menos
Suportaria melhor tua ausência
Não sofreria tanto não estar contigo
Procuro um abrigo e não acho
Recolho-me à solidão, mas só penso em ti.
Queria poder, nem que fosse por um instante.
Um segundo do tempo, esquecer você.
Não consigo, é demais pra mim.

Se ao menos eu pudesse ser levado
Pelo vento, pela brisa, por um ser alado.
Transportaria-me pelo espaço...
Quem sabe em sonho, possa realizar meu intuito.
Chegar num instante, bem fortuito.
Sem que tu percebas, te tocar de surpresa.
Não se assuste, será em sonho...

Vou me prepara bem rápido
Quero logo pedir a ajuda de Morfeu.
Com certeza me ajudará, ele já me disse.
Que sente pena de mim, as noites insones.
Revirando na cama, te buscando...
Não te achando em meus sonhos
Sonhos breves, esparsos, são cochilos.
De puro cansaço.

Vamos poder nos amar
Envolver-nos em nossa paixão
Abraçar-nos com ternura
Nosso amor é algo extesiante.
Eloquentemente sentido, nossos ruídos.
Sufocados mas sussurrados em nossos ouvidos
Deixa-me sentir as maravilhas e a leveza do teu ser.

Que me venha logo o sono
Quero sonhar contigo, te amar.
Viajar na fantasia é minha única alegria
Pois estais longe, ao menos leia o que escrevo.
Estou à espera em recolhimento
Na cama deitado aguardando
O repouso merecido, pois meus dias sofridos.
Deixam-me esgotado, triste e amargurado.

Noite iluminada pela amiga Lua
Enche de luz a minha estrada
Ouço tua voz bem distante
Quero logo chegar perto de ti
Envolver-te em meus braços
Antes que a noite termine
Vou viver este sonho, contigo meu amor.

Seria tão fácil, se te amasse menos...

Gerson A Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário