https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

7 de dez de 2010

Aqueça-me..., minha paixão


Penetro em teu corpo ávido e faminto
Linda entrega que me leva ao prazer
Mereço este amor deixar em ti
Vamos rolar nesta alcova
Que sempre vazia está
Pois só meu corpo deve ocupá-la
Acompanhar-te nesta dança
Neste cavalgar suave

Quero te sentir vibrante, dançante
Equilibre-se sobre mim,
Deixe-me inundar-te..., beijar-te
Saciar-me com teu desejo

Nossas roupas jogadas, espelhadas
Lençóis amarrotados travesseiros envoltos
De suor de perfume, de teus hormônios

Apocalipse de paixão..., revelações
Que estavam guardadas, reprimidas
Teus segredos agora são meus
Minha desejada, mulher que a idade
Apenas..., te deixou mais apurada
Sabedora do que queres

Descobridora enfim do teu corpo
Este monumento do prazer, te toques
Descubra-te, minha formosura
Deixe-me acariciá-la
Penetrar neste mundo
Quero desbravá-lo, decifrá-lo

Deixe-me admirá-la em tua nudez
Esta visão do paraíso de um amante
Boca a boca, vamos nos descobrir
Primavera que se vai
Raiz que plantei em ti
Amor que nasceu nesta estação

Aqueça-me..., minha paixão

Gerson(071110)

Um comentário:

  1. imaginar teu toque,imaginar momentos...isso nos facina....
    mas ouvir tua vóz.....!!!!!isso me alucina....
    NEOQEAV...

    ADOREI....LINDO O POEMA...

    ResponderExcluir