https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

30 de dez de 2010

Meu anjo por mim maculado

Cânticos quero entoar.
Louvar a tua imagem
Estender por meus domínios
Uma torre construir
Sitiarei tua cidade
Aprisionarei você em meu castelo

Mulher que me fascina
Idolatrada em meus poemas
Nascente onde bebo do néctar.
Habitas meu ser
Adorada criatura, me deste o alvorecer.

Anjo que a terra desceu
Mulher que se tornou
A amante de meus pecados
Deusa inocente que maculei
Anjo que da terra nunca sairá

Noite escura que se foi
Em mim a luz se fez, brotou.
Orvalho que me cobria, secou.
Querida criatura antes divina
Existência terrena que a mim se destinou
Acaso ou caso, existe para um propósito.
Viver para me amar e eu para te adorar

Gerson A Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário