https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

12 de dez de 2010

Meu deplorável coração


Hoje, privado da tua presença.
Meu coração ficou num estado..., deplorável.
Só reclamou da tua ausência
Chorou por todo o dia, coitado nada louvável.
Sempre dono de si, sempre seguro.
Deu-me pena, não pude consolá-lo.

Aliei-me a ele
Não me desesperei, pois sei.
Que motivos maiores...
Aos teus, dever tem.
Compartilhei esta saudade
Deste companheiro querido
Que me deixa por ti enamorado

Deusa..., minha inspirada morada.
Namorada..., figura encantada.
Mulher de pura alma.
Teremos nossos momentos.
Ao longo desta jornada
Não fique preocupada
Quando ler este rascunho
Este, de amor, meu testemunho.

Sinta que nada me fará te esquecer
São momentos vazios, faltas, lacunas.
Rupturas em nosso espaço de tempo
Que logo se normalizará
Iremos nos amar como sempre
Ardentemente, apaixonadamente

Nada irá se interpor a nós
Este amor que cultivamos a sós
O quanto é grande e forte, enorme...
Quanta paixão e dedicação, posso afirmar.
Entre nós, existe!
Amor de minha vida, minha querida.
Viva este momento e que seja eterno


Gerson (121110)

Um comentário: