https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

30 de nov de 2010

Tentar tua dor amenizar


Muitas lágrimas teus olhos vertem
Quero poder secá-las
O aperto que sentes em teu peito
Quero amenizar, não sei a maneira
Como vou fazê-lo, mas tentarei...

Se com meus poemas
Minhas letras bem pequenas
Falando do amor que sinto por ti
Jurando coisas que não sei...
Poder-se-ei realizar, tanto queria te dar
Mas, vou tentar

Esperançoso
Como posso te dizer
Vais entender, não sei
Uma certeza eu tenho
Nunca poderei te esquecer

Pode ficar longe
Este horizonte que habitas
Este recanto solitário onde te abrigas
Rodeado de amor, de carinho
Eu, um intruso, que quero te roubar
Para ao meu lado, prender-te
Transmitir-te um imenso amor
Aplacar qualquer dor...
Tentarei

Sei que te toco na leveza de teu ser
Invado teu espaço, teu território
Teu quarto, teu refúgio, nosso canto remoto
Onde nos embalamos mutuamente
Ficas dormente, onipresente
Preenches a atmosfera ambiente
Com luxúria, prazer, sussurros..., amor

Nada, ouça meu amor..., nada...
Evitará que me cale, me deixe gritar, te peço
O amor que tenho no peito, que é só teu
Quero estampar neste painel, nesta carta, no papel
Eu estou perdido de amor por ti, minha Deusa
Amor que nos alimenta nos sustenta
Vibra e nos ilumina nesta, por certa, longa caminhada

Gerson (301110)

Um comentário:

  1. não,você não é um intruso...não precisa me roubar...sabe..já sou sua...
    suas palavras,seu carinho...muito me ajudam....seu amor.....ah...este me sustenta...
    NEOQEAV também....as lágrimas?bom...estas insistem em cair....mas vai passar...eu sei que vai

    ResponderExcluir