https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

1 de nov de 2010

A brisa da manhã
Remete-me o teu perfume
Sinto o teu aroma que me aguça
Que me tortura pela ausência tua
Esta distância que não sei vencer
Queria aqui te ter, tuas mãos no meu rosto
Um sopro vindo de tua boca
Teus lábios molhados nos meus
Encostar de pele, roçar de leve
Sentir o calor da carne, macia e clara
Bronzeada pelo Sol, meu rival
Ele pode te tocar...

Nas horas de solidão
Deparo-me com teu retrato
Teu sorriso enigmático
Tento decifrar, tentar ouvir na mente
As palavras que queria de ti receber
Que me ame...
Que deseja que seu amor me inflame
Que me queime..., já sinto o bastante
Mesmo sem ouvir, esta chama que me toca
Aquece-me no frio, transpira por meus poros
Imploro..., não me esqueça

Vou suportar a falta que sinto
Serei forte o bastante
Nosso caso..., amados e amantes
Segredos que nos une
Corações que batem compassados
Num ritmo doce e terno
Cada instante me dá a certeza
Minha Deusa, estou perdido
Mas feliz por causar em ti
A dor do amor, suporte te peço
A minha é maior, como fere
Mas nada que não possa suportar
Para te ver feliz...

Gerson (011110)


Nenhum comentário:

Postar um comentário