https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

3 de out de 2010

Saia do casulo e venha me amar

Deixe-me percorrer, com minhas mãos
Que saíram da solidão, em busca de
Emoção..., senão vou esperar este casulo
Se abrir, completar esta metamorfose esperar
Você aparecer, vindo ate mim, linda e maravilhosa
Esplendorosa como uma frágil, borboleta

Mulher, tuas fases já se completaram, tuas luas
Passaram-se..., os amores que tivestes, por
Certo te deixou marcas, cicatrizes neste
Corpo..., que venero e cultuo

Vinde a mim, seu pretenso amor, que quem
Sabe te fará feliz, pelo menos é essa a intenção
Que sai deste coração, que palpita que bate
Que acelera quando olha o teu retrato, tua imagem
Serena e bela, qual uma flor, a mais bela
Que habita o meu jardim

Venha minha borboleta, minhas flores, meu jardim
São seus, seus devaneios os meus, seus desejos
Meu prazer com volúpia quer te ter em meus
Braços
, te deixar relaxada, deitada, nua e realizada
Como mulher que és..., me deixe amá-la
Sem pudores, sem dores..., sem medo

Quero somar contigo tudo que possa te dar
Uma vida de sentimentos abertos, horizontes
Ensolarados, manhãs claras, enfeitiçadas
Pela magia do amor que brota deste convívio
Que divido contigo, pois é muito para mim
Mal cabe no meu peito..., fique com ele,
Este coração que te ama e que bate por ti

Gerson(230610)

Um comentário: