https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

9 de set de 2010

Venha cigana, abrir nova clareira

Minha partida já preparada
Meu destino libertário, não me prende
Não crio raízes, não dou tempo
Como a brisa das manhãs
Parto ao raiar do dia

Apaguei a fogueira
Recolhi minha chaleira
Já sorvi meu chimarrão
A luz do sol já me cega
Meus cavalos atrelados
Puxarão minha carroça
Minha ambulante casa

Venha cigana
Vamos novos campos conhecer
Outras distantes terras
Venha me acompanhe
Seja minha companheira
Uma nova clareira abrir
Pra lá destas montanhas

Não olhes para traz
Para saudade não sentir
Não te prenda a nada
Só ao meu coração
Meu corpo reclama por ti
Longe de ti, não saberei viver

Quero sobre mim teus cabelos
Teus lábios, dois morangos
Quero o sabor sentir
Perder-me por instantes
Nesta luxuriante paixão
Venha me fazer feliz

Gerson (080910)

Nenhum comentário:

Postar um comentário