https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

2 de set de 2010

Solidão..., minha eterna companheira

A solidão é minha eterna companheira
Com ela compartilho minhas angústias
Relembro meus momentos felizes
Repasso tudo que escrevi que dediquei
Aos amores que semeei, na esperança
De um dia colher, os frutos das paixões
Desejadas..., amadas

Não devo ter sido muito claro
Quanto as minhas pretensões
Só queria a recíproca das palavras
Que com carinho dediquei
Amei cada momento, cada sentimento
Cada retorno..., cada consolo

Amigos e amigas..., será que conquistei
Será que pude me fazer entender
Que só amor plantei, entre vocês
Provoquei reações estranhas
Por vezes de intensidade, tamanha
Que me assustei...

Recebi carinho, ternura..., desventura
Fui mal entendido..., provoquei angústia
A quem tanto quis bem..., porém
Da minha lembrança, nunca sairá
No meu coração sempre vou guardar
As palavras de incentivo, os afagos

Meu amor, foi semeado..., brotou
Só ainda não pude colher
Tempestades o assolaram, ventos
Fortes o abalaram, quase o arrancaram

Espero que bons tempos venham
Do horizonte, que se ilumina
Pois espero que você..., me diga que tudo
Foi um mal entendido...
Saiba que tu serás sempre a minha inspiração
Minha corda de salvação, minha mão protetora
Meu cais, meu ancoradouro
Meu grande amor..., meu repouso

Gerson (260510)

Nenhum comentário:

Postar um comentário