https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

8 de set de 2010

Será que amarei novamente

Sei que esta noite
Será muito vazia, triste
Solitária, mas tenho que prosseguir
Na penumbra vou ficar, calado
Amargurado, por não poder fazer
Nada, para mudar esta situação
Que me foge das mãos, aonde
Não vejo solução

Qual a razão de tudo
O que levou pra longe de mim
O amor que sentia a meu lado
Com certeza não morreu
Não quero acreditar nisso
Me recuso a aceitar que longe
Ele ficará, sem uma resposta
Sem uma explicação

Minha vida, agora sem razão
Miserável existência, vai padecer
Na solidão..., que fazer então
Cabe aos amigos, pedir que não
Me abandonem, que tenham a mim
Como irmão, amenizem este
Sofrimento que não será leve

Me doei tanto, me entreguei
Como nunca, chorei sobre minha
Escrivaninha, molhei meus rascunhos
Amassei tudo, no lixo os atirei
Será que conseguirei, novamente
Escrever..., não sei, terei motivos
Para isso, será que meu lápis
Me obedecerá novamente
Só o futuro dirá, será que
Só com a sua volta, de novo
Irei , novamente amar

Gerson(040610)
Foto: Revista Decorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário