https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

6 de set de 2010

A razão da minha vida..., minha querida

Vou tentar te encontrar
Vou invadir a tua cidade o teu bairro
A tua rua, nesta cidade nua, impessoal
Agitada movimentada
Vou ficar na esquina, lá na padaria
Esperando, bem cedo, você chegar
Será uma surpresa, irás gostar

Estou partindo esta noite
Só pra te ver, te abraçar, te beijar
Te falar da saudade, desta distância
Que não me deixa sentir o teu calor
Ouvir a tua voz, sentir o teu perfume
Tocar tuas mãos e acariciar

Se vieres acompanhada,não faz mal
Finja que sou um antigo amigo
Saberei disfarçar, só quero te sentir
Por perto, te olhar, te admirar

Te deixarei meu endereço
Onde me hospedarei
Espero que possas comigo falar
Mas a vontade, jantaremos a luz
De velas,encheremos nossas taças
De um bom vinho, passaremos
Nossas horas, neste namoro tardio
Porém que me encherá de tanta alegria

Se quiseres, poderemos nos amar
Meu quarto estará pronto
Meus desejos, a flor da pele
Sempre foram os seus
Meu prazer será o teu
Nossos corpos num abraço
Deixarão esta paixão percorrer

Nesta noite vou regressar
Para minha vida levar
Distante de ti, não posso impedir
Não posso te arrebatar, tens teu lar
Tua vida, particular

Mas valerá a pena, mesmo que breve
Você em cena, no meu palco és a estrela
Maior, do meu espetáculo, desta peça
Que tem um só ato e se chama
A razão da minha vida..., minha querida

Gerson(030610)

Nenhum comentário:

Postar um comentário