https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

4 de set de 2010

Meu recanto..., meu refúgio, vens


Neste bosque, nesta minha cabana
Meu recanto, meu refúgio...
Espero a tua presença
Teu perfume, teu corpo, formosura
Alma pura, repleta de amor
Um anjo, uma candura, minha cura
Das noites solitárias e tristes

Vens pela mata, completamente nua
Subindo as escadas, desta pobre morada
Que se tornou o meu retiro
Meu ninho de amor, que sempre habitas
Me traz o prazer de te ter, te amar sem
Me preocupar quando vais voltar

Amar-te é o meu maior momento
Afasta o meu tormento, me tiras do sofrimento
De viver sozinho...,

És o meu caminho, minha força
Meu êxtase, meu orgasmo
Meu momento viril, que penetra
O teu ser, que te dá prazer

Teus sussurros, gemidos, gritos
Só a mata escuta, nesta hora todos
Se calam, a natureza faz uma pausa
Para ouvir teus pedidos...
Mais e mais, sentir o meu amor por ti

Venha minha amada, minha gata selvagem
Suba as escadas desta morada
Onde habito solitário te esperando
Toda tarde, venha cumprir meu desejo
Te amar sem medir as conseqüências
Sem limites ou decência
Só puro prazer de te ver deitar
Nessa cama rolar e me amar
Meu prazer..., saciar

Gerson(310510)

Nenhum comentário:

Postar um comentário