https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

5 de set de 2010

És o sol que em ilumina..., brilhe para mim

Quero-te hoje
Amanhã será tarde
Esta paixão, me devora
Não quer ir embora
Já não durmo mais
Meu descanso se foi
Meu riacho secou
Os pássaros já não cantam
Meu quintal..., as flores
Não crescem mais
Terminou minha paz

Eras o sol que me iluminava
As manhãs em que acordava
Felicidade em mim, imperava
Meu riacho borbulhava
Minhas rosas, floresciam
Teu toque, tua magia
Trazia toda a alegria

Hoje, só escuridão
Sofrimento, reclusão
Apertar de mãos em meu peito
Que dói junto com meu coração

Venha e me afague
Me beije, me ame,. me abrace
Me diga que ainda me quer
Que quer ser novamente
Minha amante, minha mulher
Meu sol radiante, meus dias
Brilhantes meus pássaros cantantes

Estarei esperando
Nos degraus, sentado
Nesta tarde fria
Esperando teu calor
Pra te dizer que és e sempre serás
Meu amor.

Gerson (020610)
Foto: blog da Ana Paula

Um comentário:

  1. Gerson,ficou dez o teu som. Muito bom. Esse poema está maravilhoso. Parabéns! Amei!
    Beijos

    ResponderExcluir