https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

31 de ago de 2010

O amor bate em minha porta

Ouço batidas na minha porta
Meu coração acelera-se
Com razão, ela me disse que viria
Estava cansada de vagar
Queria viver um grande amor
Estava cansada de esconder
Este sentimento tão belo..., o amor

Passava noites sem dormir
Só breves cochilos
Pela manhã, só solidão e vazio
Frio na alma
Desespero de uma vida oca
Batidas de um coração sem sentido
Por quem batia...

E eu a procura de carinho
Amor e desejos contidos
Um coração que bate fora de ritmo
Quem sabe ela possa consertar isso

Colar os pedaços que ficaram
No meu peito que também está oco
Sem que ninguém o habite
Só, neste quarto sombrio
Sombras estranhas que rondam
Os cantos mal iluminados
A cama desarrumada
As fronhas desalinhadas

Venha minha amada
Ocupe meus domínios
Assuma este antro de tristeza
De nenhuma realeza
Só incerteza...,venha assuma este coração
Que terá uma razão para continuar
A amar e bater sem parar
Tendo com quem compartilhar
Sua paixão pelo ser amado

Diga-me o que queres
Como faço doravante
Para te dar o que esperas
Do ser amado desejado
Revelado e encontrado
Abrace-me, me beije
Dou-te meu amor
Minha vida e meus poemas
Valerá a pena te ter ao meu lado
Minha pequena...

Gerson (310810)

Nenhum comentário:

Postar um comentário