https://www.criarbanner.com.br/criargifs/a/1f588446f6ad0cab9c1cea00b6ec179f.gif

28 de ago de 2010

Entrelaçar meus dedos nos seus

Mil súplicas eu faço
Por carinhos seus
Mata meus desejos
Aplaca minha dor do peito
Não me deixe só mais uma noite

Chame-me pra dançar
A luz do luar
Mesmo que a música não toque
Que a orquestra esteja silenciosa
Apenas ouça o meu coração que bate
Neste compasso lento
Na esperança que você me note
No meio desta praça..., enluarada

Nossos olhares que se cruzam
Trocam juras e desejos
Nossas bocas ansiosas por um beijo
Mal se movem de tanta emoção

Me dê sua mão
Sinta minha paixão
No calor de minha...
Que deseja tocar as suas
Entrelaçar seus dedos nos meus
E não mais deixar que se vá
Até que a noite acabe
Só quando o dia raiar

Lembrar que teremos que tomar a decisão
Vamos nos entregar a este amor
Que cresce a cada dia
Vamos viver esta harmonia
Ou deixemos pra depois
Corremos o risco de perder esta emoção
Este momento mágico
Esta indecisão
Que nos levará a outros rumos

Que não seja outro
Que não ao seu lado, minha amada
Minha doce adorada...

Gerson (280810)

2 comentários:

  1. que poema maravilhoso.....o amor da experiencia: brando, comovente, feito de momentos para enriquecer as lembranças...suplicante, perfeito.

    parabens, virei sua fã.

    ResponderExcluir
  2. bom, muito bom
    eu somente assim Fêmea

    ResponderExcluir